Wagner afirma que segurança foi seu ponto fraco: “não tive êxito”

O governador da Bahia, Jaques Wagner, revelou em conversa com a revista Época qual foi o ponto fraco do governo dele: “Queria ter avançado mais justamente na segurança. Tentei fazer um planejamento no meu primeiro mandato, mas não tive êxito. Só consegui implantar o planejamento, o Pacto pela Vida, no segundo governo. Começamos a avançar, mas ainda não chegou a hora de colher os frutos que espero. É uma batalha difícil. O crack e a cocaína estão na raiz de 75% dos homicídios na Bahia”, diz o petista.

Questionado se o aumento na taxa de homicídios na Bahia foi causado por uma falha nos trabalhos da Polícia Federal, o governador disse: “Falta planejamento para o maior controle de fronteira. Não é um problema estadual. É um problema nacional. Se a gente não limitar a entrada de droga no país, os governadores ficarão enxugando gelo. Precisa ser um trabalho combinado entre a presidenta e os governadores. Ela sabe disso. O Brasil não produz um grama de cocaína. Vem tudo de fora”, argumenta.

Responder

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.