Velho Chico: ambientada na Bahia, nova novela das 21h da Globo estreia em março

Bem menos frequentes na telinha da Rede Globo do que o Rio, com o Leblon de Manoel Carlos, e São Paulo, da Avenida Paulista de Rainha da Sucata, a Bahia e o seu interior nordestino são cenários de Velho Chico, a nova novela das 21h, que vai substituir A Regra do Jogo em meados de março.

A equipe de produção da novela, que é assinada por Benedito Ruy Barbosa, com colaboração de Edmara Barbosa e Bruno Luperi, e dirigida por Luiz Fernando Carvalho, desembarcou em alguns destinos do Nordeste usados como locação para as cenas da primeira fase.

Chegaram a bordo de dez caminhões com mais de três toneladas de figurino. Entre os locais que vão representar a cidade fictícia de Grotas de São Francisco, situada no interior baiano, estão São Francisco do Conde, Raso da Catarina e Cachoeira, na Bahia; Baraúna, no Rio Grande do Norte; Povoado Cabloco e Olho D´Água do Casado, em Alagoas. Ao todo,  560 cenas estão sendo gravadas no Nordeste entre janeiro e o fim de fevereiro.

Além da equipe, com cerca de 120 pessoas, em cada cidade é utilizada mão de obra local na cadeia de produção. Em São Francisco do Conde, a 72 km de Salvador, por exemplo, foram contratados serralheiros, artesãos, pescadores, barqueiros entre outros.

A produção movimenta a população local e, também, o mercado artístico regional. Foram escalados 70 atores do Nordeste para as participações especiais nos capítulos iniciais. E o elenco principal da trama também fala ‘oxente’ com naturalidade, porque tem 70% de atores nordestinos.

Responder

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.