Unicef alerta para epidemia de ebola na capital da Guiné

Uma epidemia do vírus ebola atingiu a capital da Guiné, Conacri, na África ocidental. A enfermidade, que causa doença infecciosa rara, já matou 59 pessoas no sul do país desde o início de fevereiro. Segundo o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), o alarme vem por conta de o vírus ter se propagado rapidamente nas comunidades de Macenta, Gueckedou e Kissidougou na capital de Guiné. Conacri é uma cidade costeira de mais de 1,5 milhão de habitantes. “Das 80 pessoas que contraíram a doença até agora na Guiné, pelo menos 59 morreram”, anunciou o Unicef em um comunicado. “Na Guiné, um país com infraestruturas de saúde muito frágeis, uma doença como esta pode ser devastadora”, alerta o médico Mohamed Ag Ayoya, representante do Fundo no país. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o vírus está entre os mais contagiosos e mortais entre os humanos e ainda não existe tratamento ou vacina específica para combater a febre hemorrágica provocada pelo ebola. Informações da AFP.

Responder

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.