Terminou eleições, terminou greve dos bancos

greve_bancarios_10

Bancários de instituições privadas e do Banco do Brasil decidiram nesta segunda-feira, 6, em assembleia realizada em Salvador, suspender a greve da categoria, após sete dias de paralisação. A Caixa Econômica Federal e o Banco do Nordeste continuam em greve.

As agências do Banco do Brasil e bancos privados funcionam normalmente a partir desta terça, 7, segundo o presidente do Sindicato dos Bancários da Bahia, Augusto Vasconcelos.

“A categoria dos bancos privados decidiu por quase unanimidade que não ia ter mais caminho para avançar na proposta. Até porque outras bases sindicais aprovaram a proposta (da  Federação Nacional dos Bancos – Fenaban) e enfraqueceram a motivação nacional”.

Os bancários aceitaram a proposta da Fenaban de reajuste de 8,5% (2,02% acima da inflação) oferecida na última sexta. O acordo também contempla reajuste de 9% para o piso salarial e de 12,2% para o vale-refeição. Em 2013, após paralisação de 23 dias, o reajuste foi de 8%.

A proposta havia sido recomendada pelo comando nacional dos bancários e aceita em assembleias de outros estados, como São Paulo. No entanto, funcionários da Caixa Econômica Federal e Banco do Nordeste continuam a greve em busca de pautas específicas, como a isonomia de direitos entre funcionários novos e antigos, aumento de contratações, combate a metas de trabalho e assédio moral, segundo o presidente do sindicato dos bancários.

“Nós trabalharemos ao longo do dia inteiro para  apoiar a luta do Banco do Nordeste e da Caixa para o fortalecimento das pautas específicas que estão em negociação com a direção das instituições financeiras. Vamos trabalhar amanhã (terça-feira) para avançar com as negociações”, afirma  Augusto Vasconcelos.

Responder

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.