Taxistas pagam até R$ 150 para fazer a mudança nos taxímetros

Para ajustar os taxímetros e fazer valer os novos valores de tarifas na capital, após a prefeitura aprovar reajuste de 7,1% no serviço, taxistas desembolsaram até R$ 150. Ontem, primeiro dia para a mudança, cerca de 400 condutores de táxi eram esperados nas cinco oficinas credenciadas para o serviço. Quem optou pelo ajuste no Sinditáxi pagou um pouco menos, R$ 140. Apesar da procura, o primeiro dia para a correção do taxímetro foi considerado tranquilo e sem filas. Na Bira Taxímetro, em Matatu de Brotas, o dono Bira Jr explicou que o movimento estava moderado em função da tabela estabelecida pelo Ibametro. “A cada dia serão atendidos apenas 400 veículos e, com o número de opções, o pessoal não concentra num lugar só”, disse. Taxistas, entretanto, reclamaram do preço do serviço. “O aumento no valor da bandeira é um avanço, afinal, já estávamos há três anos sem reajuste, mas o serviço de troca está muito caro”, reclamou Valdivino Santos. Com o aumento, o quilômetro da bandeira 1 sobe para R$ 2,04 e o da bandeira 2, para R$ 2,85. Para fazer a mudança, os motoristas precisam procurar uma das cinco oficinas autorizadas (ver tabela abaixo) e realizar a substituição de um chip, até o dia 24 deste mês. Segundo os donos das oficinas, o serviço é rápido e não atrapalha os horários dos taxistas.taxi-salvador

Responder

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.