Taxistas fazem carreata em Salvador contra Uber

Taxistas de Salvador realizam uma carreata em protesto contra a atuação do aplicativo Uber na cidade, na manhã desta quarta-feira, 13. O grupo saiu da Rótula do Abacaxi, por volta das 9h30, com destino à sede da prefeitura, no Centro Histórico da cidade.

Os taxistas visam alertar a população sobre os “riscos” de usar o transporte Uber. O preço baixo é outra reivindicação do grupo. De acordo com a Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador), o percurso da carreata foi avenida Bonocô, Dique do Tororó e avenida Sete de Setembro.

Por volta das 10h30, os motoristas passavam pela Piedade. O ato deixa o trânsito lento na região.O presidente da Associação Metropolitana, Valdeilson Miguel, afirma que, “além de não passar por nenhuma vistoria, os veículos que operam o Uber não têm regulamentação e não são cadastrados. Não tem como saber quem está transportando vidas, diferente dos 7.200 taxistas registrados na prefeitura, que pagam por essas vistorias “.

A Uber, plataforma de serviço de transporte privado, começou a operar em Salvador na última quinta-feira, 7. A Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob) caracteriza as atividades da empresa como transporte clandestino. Isso porque o serviço não é regulamentado nos órgãos municipais.

No mesmo dia que entrou em operação, a prefeitura de Salvador voltou a declarar guerra contra o aplicativo. O prefeito ACM Neto chegou a informar que os veículos que forem flagrados fazendo o serviço de transporte privado pelo app serão apreendidos.

E foi o que aconteceu. Um dia depois de rodar pela cidade, dois veículos vinculados ao aplicativoforam apreendidos. O primeiro deles, um Hyundai HB20 sedã (cor branca), foi recolhido na região do Dique do Tororó. O segundo, um Gol, também na cor branca, foi aprendido na Barra.

Na ocasião, os condutores foram multados em R$ 900, referente à penalidade pela prática de transporte clandestino, somado à diária no pátio da Transalvador – que varia entre R$ 49,48 e R$ 841,21. Os veículos, que estavam no pátio do órgão de trânsito, já foram retirados.

Responder

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.