Sérgio Soares lamenta gols perdidos e vê triunfo como ‘placar magro

O Bahia dominou o primeiro tempo. Abriu o placar, com gol do argentino Maxi Biancucchi, e mesmo assim criou outras oportunidades de ampliar o marcador e obter um resultado maior diante do Sport, o que não aconteceu. Com a vantagem de apenas ter vencido por 1 a 0, o que permite ao tricolor baiano jogar pelo empate na volta, o treiandor Sérgio Soares reconhece que o benefício alcançado pelo esquadrão poderia ter sido maior. “Dentro do que foi o jogo, do que nós apresentamos, foi um placar magro”, disse. No segundo tempo, bem diferente do que aconteceu nos primeiros 45 minutos, o Bahia não conseguiu manter o ritmo. O time apresentou sinais de desgaste físico e pouco criou para tentar chegar ao segundo gol. Sérgio Soares nega que time tenha se preocupado com o jogo da Série B, que acontece neste sábado (22), contra o América Mineiro. “Não voltou com freio de mão puxado. O adversário mudou. O que corremos no primeiro tempo, não conseguimos fazer o tempo inteiro: marcar alto, pressão. Isso cansa”, ponderou.

Responder

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.