Sepultado no sábado puxador de torcida Os Imbatíveis

O corpo de Lucas dos Santos Lima, 35, conhecido como “Chapolin” foi enterrado no final da tarde deste sábado (26) no Cemitério Jardim da Saudade, em Brotas. Ele foi executado no início da tarde de sexta-feira (25), dentro de um estabelecimento o qual era proprietário. Representantes da Torcida Uniformizada Imbatíveis (TUI), da qual Lucas era puxador, estiveram presentes para homenagear a memória do rapaz.

Segundo um dos componentes da bateria da TUI, Emanuel Santos, de 28 anos, Chapolin era “um cara totalmente a favor da paz”. Ele disse à reportagem que a morte de Lucas surpreendeu a todos e que ele “nunca foi envolvido com nada”. Ambos eram amigos desde 1997, ano de fundação da Torcida.

Quem também esteve presente foi Sílvio Moreira, presidente da também torcida organizada Viloucura. O líder desconheceu a informação de que o clima de revanchismo entre as torcidas adversárias (TUI e BAMOR, do Bahia) estaria mais intensa após a morte de Chapolin. “Não existe isso. A violência está de um jeito que não tem como saber de onde veio. Não foi algo proveniente das torcidas. Eu sempre conscientizo os meus componentes a não se exporem demais por causa disso. Quero paz. Quero chegar em casa e ter paz”, avaliou.

Informações do Bocaonewsvit

Responder

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.