SENADORA CASSADA

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) cassou o mandato da senadora Juíza Selma Arruda (Podemos-MT). Seis dos sete ministros consideraram que a parlamentar praticou caixa 2 e abuso de poder econômico na campanha de 2018. Um ministro entendeu que não há como relacionar o gasto na pré-campanha com o número de votos obtido pela senadora. O TSE também decidiu: que ela está inelegível até 2026 e que haverá nova eleição para senador em Mato Grosso. Selma Arruda pode recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF), mas o recurso não suspenderá a decisão do TSE.

Responder

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.