Seleção desvaloriza R$ 61 milhões com Copa. Neymar sai no lucro.

A campanha do Brasil na Copa do Mundo de 2014 foi financeiramente desfavorável a 22 jogadores convocados pelo técnico Luiz Felipe Scolari.

Segundo um estudo divulgado pela Pluri Consultoria, o elenco da seleção brasileira teve uma desvalorização de € 20, 4 milhões (R$ 61,6 milhões), e o único atleta a sair no lucro foi Neymar.

O estudo sugere que os 23 jogadores brasileiros estão agora avaliados em € 449,8 milhões (R$ 1,36 bilhão), 4,3% a menos que o valor estipulado no início da competição.

Neymar é o único cujo valor de mercado aumentou com a Copa, de € 68,1 milhões (R$ 206 milhões) para € 70,1 milhões (R$ 212 milhões). Apenas Lionel Messi (€ 137,2 milhões) e Cristiano Ronaldo (€ 95,6 milhões) valem mais do que ele.

Hulk é o campeão de desvalorização, de € 41,2 milhões (R$ 124 milhões) para € 36,9 milhões (R$ 111 milhões).

Em porcentagem, os mais desvalorizados são Fred (-15,9%), Julio Cesar (-15,6%), Dante (-12,8%), Maicon (-12,5%) e Daniel Alves (-12,4%). O que une os últimos cinco, Hulk excluído, é a idade: estão na casa dos 30 anos e dificilmente jogarão outra Copa.

quadro1

quadre 2

Responder

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.