Salvador inicia vacinação de meninos de 12 a 13 anos contra HPV

As unidades municipais de saúde de Salvador iniciarão, a partir da próxima semana, a vacinação de meninos na faixa etária de 12 a 13 anos contra o HPV. Segundo informações da Secretaria Municipal da Saúde, ao todo 120 salas de vacinação serão montadas em Unidades Básicas de Saúde da Família e Multicentros, que atenderão de segunda à sexta-feira, das 8h às 17h.

Segundo o ministro da Saúde Ricardo Barros, a inclusão dos adolescentes na população imunizada faz parte de um conjunto de ações integradas que o Ministério tem realizado com o objetivo de conseguir mais resultados com os recursos financeiros já disponíveis.

De acordo com a Secretaria Estadual da Saúde (Sesab), até 2020 o público vacinado será gradativamente ampliado para a faixa etária de 9 a 13 anos. O órgão informou ainda que não há restrição para a vacinação e que a estratégia de distribuição nas cidades baianas ficará a cargo de cada secretaria municipal de saúde. A expectativa é vacinar 3,6 milhões de crianças em todo o país.

A doença
HPV é a sigla em inglês para papiloma vírus humano, capazes de infectar a pele ou as mucosas. Existem mais de 150 tipos, sendo que cerca de 40 podem infectar o trato ano-genital.

A infecção é muito frequente, mas transitória, regredindo espontaneamente na maioria das vezes. No pequeno número de casos nos quais a infecção persiste, pode ocorrer o desenvolvimento de lesões precursoras que, se não forem identificadas e tratadas, podem progredir para o câncer, principalmente no colo do útero, mas também na vagina, vulva, ânus, pênis, orofaringe e boca.

Pelo menos 13 tipos de HPV são considerados oncogênicos, apresentando maior risco ou probabilidade de provocar infecções persistentes e estar associados a lesões precursoras. Dentre eles, os tipos 16 e 18 estão presentes em 70% dos casos de câncer do colo do útero.

Responder

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.