Saiba como se proteger de doenças infectocontagiosas no carnaval

Carnaval na Bahia é sinônimo de alegria, irreverência e muitas cores, mas nem tudo é festa durante a Folia de Momo. A grande concentração de pessoas, aliada ao sol quente e má alimentação, favorecem o aparecimento de doenças infectocontagiosas. As mais comuns são gripe, DSTs, conjuntivite e mononucleose, conhecida como doença do beijo.

Mas a boa notícia é que não é necessário se assustar e ficar trancado em casa durante a festa. É possível tomar algumas precauções para terminar o carnaval com saúde e muita história para contar. Antes de qualquer coisa, é preciso se manter hidratado e se alimentar corretamente. Recomenda-se também lavar, sempre que possível, as mãos com água e sabão ou álcool, principalmente após limpar os olhos ou entrar em contato com secreções. Usar preservativos em todas as relações sexuais é o método mais eficaz para a redução do risco de transmissão das DSTs.

O cuidado com a alimentação tem que ser redobrado, pois o folião pode adquirir uma infecção intestinal, que pode ser causada por vírus, parasita ou bactéria. Para se precaver, a recomendação é escolher lanchonetes/restaurantes conhecidos para se alimentar, lavar bem as mãos após banheiro, antes e depois de pegar em qualquer alimento e evitar consumo de carnes e ovos mal passados, além de consumir muita água filtrada ou fervida.

Responder

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.