Professor é preso após deixar alunos fazerem sexo em sala de aula

Um professor dos Estados Unidos foi preso por permitir que alunos fizessem sexo em um armário na sala de aula. O caso aconteceu no condado de Dehald, no estado da Geórgia. Quinton Wright, 25 anos, ensinava matemática na escola do ensino médio Champion Theme Middle School.

Ele foi demitido e preso após a mãe de um aluno flagrar a troca de mensagens entre o docente e o filho, um estudante de 14 anos. “Não consegui acreditar quando li as mensagens”, disse a mãe de um dos garotos à emissora WSB.

“Basicamente, ele permitia que os alunos fizessem sexo no local. Ele disse para o meu filho: ‘Você pode fazer das 7h30m até umas 8h30m. Você disse para a menina o que vai rolar? Que ela não pode contar para ninguém?’ É repugnante e desanimador, porque você confia nos professores quando deixa seus filhos na escola”, comentou a mãe.

Indignada, ela retirou o filho da escola e entrou em contato com a direção do estabelecimento, que chamou a polícia após demitir Quinton. O professor de matemática foi preso no final desta última semana, e a fiança dele foi estabelecida pela Justiça em US$ 16 mil, cerca de R$ 50 mil reais.

Responder

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.