Presa facção que postou vídeo de execução no Whatsapp

A Polícia Militar da Bahia (PM-BA) prendeu nove suspeitos de envolvimento em um homicídio na madrugada desta segunda-feira, 5, na localidade de Portão em Lauro de Feiras. O grupo, que já estava sendo investigado, foi preso após divulgar o vídeo da execução de um jovem de outra facção criminosa, através do aplicativo Whatsapp.

Integrantes da facção Caveira, Lambtcho (chefe da quadrilha), Borel, Pê, Cinquentacente, Bam, Caio, Genilson, Deivson e José foram autuados por tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo e homicídio. A PM também apreendeu uma carabina, uma espingarda calibre 20, um revolver calibre 38, vasta munição de calibres variados, maconha, cocaína e crack.

Os acusados foram apresentados na 26ª Delegacia de Abrantes. A operação policial contou com levantamento do serviço de inteligência da 52ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Lauro de Freitas), além de apoio da 81ª CIPM/Lauro de Freitas, do Batalhão de Polícia de Choque (BPCHQ), do Comando Independente de Policiamento Especializado/Pólo Industrial (CIPE/Polo) e do Grupamento Aéreo (Graer).

Responder

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.