Prefeito destaca possibilidade de ampliação do Furdunço

coletivaO prefeito ACM Neto afirmou hoje (05), durante coletiva realizada na Sala de Imprensa Oficial do Carnaval, no Corredor da Vitória, que o sucesso do Furdunço esse ano pode resultar na ampliação do movimento na folia de 2015. Ele colocou a possibilidade, inclusive, de implantar o Furdunço, que poderá acontecer também no sábado e domingo que antecede o Carnaval como forma de ampliar a quantidade de eventos culturais na cidade durante o verão e gerar mais emprego e renda na área turística.
“O movimento agradou em cheio ao folião pipoca de Salvador e aos turistas e deverá ser ampliado ano que vem”, salientou Neto, que participou da coletiva ao lado do secretário de Desenvolvimento, Turismo e Cultura, Guilherme Bellintani, e todos dirigentes de órgãos públicas responsáveis pela organização da festa. O prefeito declarou que o Furdunço permitiu que antigos foliões voltassem a curtir a folia com a família, assim como outras mudanças, a exemplo do redesenho do circuito Osmar (Campo Grande/Praça Castro Alves), com abertura de mais espaço para os espectadores. Esse redesenho foi aprovado tanto pelos foliões quanto pelos artistas, que expressaram isso publicamente.
“Ouvi depoimentos de muita gente, inclusive de famílias, que havia retornado ao Carnaval por conta da abertura de novos espaços. Nem a chuva diminuiu o brilho do movimento. O Furdunço veio para ficar e se tornou um verdadeiro sucesso”, afirmou o prefeito, destacando ainda o fortalecimento dos blocos de trio que desfilaram sem cordas, colocando nas ruas metade das agremiações voltadas exclusivamente para a pipoca, inclusive com grandes nomes do cenário artístico baiano.

Também foram avaliadas como exitosas algumas mudanças, a exemplo da retirada das estruturas em frente ao Teatro Castro Alves (TCA), que abriu espaço para a pipoca, a implantação da Vila da Diversidade, no Largo Dois de Julho, e o “renascimento” da Praça Castro Alves, que funcionou como uma apoteose da festa antes da dispersão dos trios. Será estudada ainda a reorganização do Afródromo, que desfilou esse ano pela primeira vez com uma dinâmica própria para ter maior visibilidade.

“Não descartamos avaliar um circuito próprio para o Afródromo porque se quisermos avançar para uma coisa mais cênica, talvez não seja possível adequá-lo ao mesmo padrão que é demandado para outros blocos. A Prefeitura vai estudar isso porque muitos blocos são extremamente bem estruturados e outros ainda precisam de um processo de organização interna. Nosso papel é auxiliá-los”, disse ACM Neto.

Serviços públicos – O prefeito ainda elogiou as ações executadas pelos diversos órgãos municipais que garantiram conforto aos foliões durante o evento. “Conseguimos organizar a festa de maneira mais profissional. Um exemplo foi a ausência dos espetinhos, que diminuiu sensivelmente os casos de violência nos circuitos. Também identificamos um nível de organização dos ambulantes que há muito tempo não se via na cidade. No ano anterior tivemos 3,1 mil ambulantes trabalhando credenciados pela Prefeitura, e nesse ano tivemos mais de 8 mil cadastrados, que trabalharam de maneira padronizada e organizada”, frisou.

“A Prefeitura foi muito firme ao proibir as bebidas artesanais, e isso teve também redução nos casos de violência. Também preciso elogiar as ações desempenhadas na saúde, Guarda Municipal, assim como o trabalho de limpeza, que fez com que a cidade estivesse limpa todos os dias logo pela manhã. Foi unânime também as opiniões de que trânsito melhorou. Tivemos problemas com o serviço de transporte público e de táxis, o que também será revisto e melhorado para o próximo ano”, complementou ACM Neto.

Responder

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.