Pastora conta momento que descobriu que filho era abusado: ‘Relato horrível’

A pastora Bianca Toledo falou sobre o momento em que descobriu que o filho estava sendo abusado pelo padrasto, o pastor Felipe Heiderich. Ao Extra, ela relembrou que uma babá do garoto já havia contado, há dois anos, que encontrava o menino sem fraldas no berço e que muitas vezes via o patrão entrando no quarto da criança na madrugada. Felipe, que nega as acusações, está preso.

“Nós nos amávamos muito e quando a babá me contou essas coisas, começou a me alertar, ele passou a odiá-la e dizer que as histórias eram inventadas. Um ano depois, ela parou de cuidar do meu filho”, relembrou Bianca ao Extra.

Na época, a pastora não imaginou que poderia se tratar de um abuso. O comportamento do marido, no entanto, foi ficando mais estranho. Seis meses após o casamento, Felipe não queria mais manter relações sexuais com a esposa. Ele dava várias desculpas e disse inclusive que estava com suspeita de uma doença na hipófise.

A pastora marcou uma consulta para o marido com uma médica no Rio. Ele disse que queria ir sozinho e depois afirmou que fora diagnosticado com a doença. Sem nada para comprovar, Bianca disse que desconfiou da história e ligou para a médica, que negou que o pastor estivesse com tumor na hipófise. “Contou também que meu marido tinha dupla personalidade e é homossexual”.

Bianca então lembrou do que a babá costumava falar. Ela chamou o filho para uma conversa e puxou assunto para tentar descobrir se algo havia acontecido. “Tentei tratar o tema de forma bem lúdica. Perguntei onde ele dormia quando a mamãe viajava. E ele disse que era na cama junto com o papai. Perguntei também se alguma vez o papai tinha dado banho nele. E o relato foi horrível”.

A pastora procurou um terapeuta para o filho, que contou mais detalhes dos abusos. A mãe gravou tudo. Orientada por advogados, confrontou o marido e depois prestou queixa na delegacia.  Ela diz ainda que a tentativa de suicídio do marido após a confrontação teria sido simulada – ele teria tomado duas caixas de tranquilizantes. Felipe foi levado a um hospital e depois para uma clínica psiquiátrica.

Responder

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.