Paralisação continua: Plano de carreira dos professores municipais não é votado

Os professores da rede municipal de Salvador estão sem trabalhar desde a segunda-feira (24), para pressionar a votação do plano pela Câmara Municipal.  Não houve acordo entre as bancadas do governo e da oposição para votar o projeto hoje.

Ao todo, 428 escolas municipais estão sem aulas enquanto a paralisação continua. Os professores pretendem voltar à Câmara nesta quarta.

O Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos (PCCV) aguarda votação desde o mês passado na Câmara de Vereadores. Ele beneficia mais de 9 mil profissionais e trará aumentos salariais para professores que fizeram cursos de qualificação.

Em nota, a prefeitura de Salvador informou que o plano foi encaminhado à Câmara no final de outubro. “Durante meses, a Mesa Permanente discutiu o novo PCCV que irá contemplar mais de nove mil profissionais da educação. Diante disto, o secretario municipal de Educação, Jorge Khoury, acredita que tanto a APLB, quanto os profissionais da Educação, reconhecem o esforço da gestão com o pleito. Ele também acredita que a Câmara entende a prioridade da pauta do PCCV”, diz o texto.

Responder

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.