Pânico na Barra

Ainda assustados, os três funcionários da empresa Fast Shop, que tiveram o caminhão rendido por cinco assaltantes quando iam fazer uma entrega em um shopping na Barra, disseram que nunca tinham vivido nada parecido. “Nunca passei por um susto como esse. Ainda bem que ninguém ficou ferido”, disse um dos funcionários.

Apesar do susto ter passado, os funcionários dizem que continuam com medo, já que um dos bandidos conseguiu fugir. “Ele conhece a nossa rota de trabalho”, diz outro funcionário. Por medo de represálias, eles preferiram não se identificar.

Um outro assaltante tinha conseguido escapar também, mas acabou detido pela polícia após se esconder atrás de uma planta, nas imediações do Edifício Eldorado, na Rua São Luís, na Barra. Eles contaram ainda que a abordargem aconteceu quando o caminhão passava pelo viaduto de Pirajá e um carro modelo Fiorino, branco, parou do lado e três homens desceram armados, anunciando o assalto.

Após a ação, um deles entrou no caminhão e foi rendendo os funcionários e dando as coordenadas e os demais seguindo no carro. Ao chegar na Rua São Luís, que é residencial e sem saída, ordenaram que parassem o caminhão e o o carro estacionou atrás.

Os funcionários contam que os homens desceram do carro com uma barra de ferro para abrir o baú. Nessa hora, a polícia chegou e foi iniciado o tiroteio. Os funcionários contam que se abaixaram dentro do veículo durante o tiroteio.

Três bandidos foram presos. Um quarto se escondeu atrás de uma planta, baleado no pé, e foi detido logo depois.O quinto assaltante conseguiu fugir após pular um muro de um prédio. Os presos foram levados para a Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos, na Baixa do Fiscal.

Responder

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.