MP quer que governo evite uso de Centro de Convenções até realização de obras

A Secretaria de Turismo do Estado da Bahia (Setur) deve evitar reabrir o teatro Iemanjá, localizado no Centro de Convenções, antes da realização de obras complementares previstas em relatório técnico. A recomendação é das promotoras de Justiça do Ministério Público da Bahia Rita Tourinho e Patrícia Medrado.

No documento, encaminhado ao secretário Nelson Pelegrino, as promotoras também recomendam que ele evite liberar os demais espaços do Centro de Convenções sem a realização das obras e serviços apontados como imprescindíveis em relatório técnico de engenharia enviado à Secretaria.

De acordo com as promotoras, o engenheiro estruturalista responsável pelo projeto original do equipamento, que trabalhou na realização do diagnóstico atual, afirmou ao MP que as obras previstas no contrato emergencial formalizado pela Setur para recuperação parcial da estrutura e reforma do Centro de Convenções não são suficientes.

Nesse caso,  “a reabertura do equipamento sem a realização das obras citadas no relatório técnico constitui efetivo risco à integridade física dos usuários”, diz o relatório.

Responder

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.