Maxi se emociona e declara: “impossível não virar tricolor

“Tirei uma mochila das costas”. Estas foram as primeiras palavras de Maxi para explicar o que estava sentindo ao, finalmente, marcar o seu primeiro gol com a camisa do Bahia. Desde que chegou ao clube, o atacante ainda não havia conseguido balançar as redes. Na última quarta (30), contra o Villa Nova-MG, o baixinho finalmente tirou a “zica”.

No segundo tempo de jogo, Railan foi derrubado dentro da pequena área e o árbitro marcou o pênalti. Lincoln e Henrique estavam próximos à bola, mas imediatamente chamaram Maxi Biancucchi para fazer a cobrança. A torcida embarcou na atitude dos companheiros do argentino e apoiou o baixinho ao som de “uh, terror, Biancucchi é matador”.

Surpreso, Maxi agradeceu aos colegas de elenco, correu e marcou o seu primeiro gol com a camisa do Tricolor. Emocionado, o atacante bateu no peito, mostrou o escudo e foi abraçado por quase todos os atletas tricolores em campo. No banco, jogadores e comissão técnica fizeram questão de ficar de pé para aplaudir o atacante.

maxi

Responder

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.