Mais de 360 mortos em terremoto na China

Mais de 360 pessoas morreram por causa do terremoto de magnitude 6,1 que atingiu a região montanhosa do sudoeste da China neste domingo (3). O tremor ocorreu por voltas das 16h30 (horário local) e, segundo a agência estatal chinesa Xinhua, deixou mais de 1,4 mil feridos, além de 181 desaparecidos. Moradores e equipes de resgate trabalham no local em busca de sobreviventes. De acordo com a imprensa estatal, o governo enviou 2 mil barracas, 3 mil macas, 3 mil cobertores e 3 mil casacos para a zona do desastre e outros 2,5 mil soldados devem auxiliar o trabalho nas áreas afetadas. No distrito de Ludian, próximo ao epicentro, mais de 120 mortes aconteceram, de acordo com a chinesa News Service, a segunda agência de notícias oficial do país. A região é considerada suscetível a terremotos por estar localizada entre placas tectônicas. Em 1974, um tremor de 6,8 graus na mesma área matou mais de 1.500 pessoas. Em 2008, um terremoto de 8 graus em Sichuan, uma das províncias mais populosas da China, deixou mais de 87 mil mortos e desaparecidos.

Responder

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.