Justiça manda retirar o Posto 3 da avenida Paralela

O posto de combustíveis Taquipe, conhecido como Posto 3 da avenida Paralela, terá que ser transferido de local imediatamente. A decisão foi proferida na tarde desta segunda-feira, 11, pelo desembargador do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia (TJ-BA), José Cícero Landim Neto. A informação foi divulgada pelo governo do estado.

De acordo com a Companhia de Transportes do Estado da Bahia (CTB), a permanência do Posto 3 poderá atrasar a entrega dos 23 quilômetros da Linha 2 do metrô, que vai ligar a Estação Acesso Norte, na capital baiana, ao município de Lauro de Freitas, prevista para começar a operar em 2017.

Em nota, o procurador Marcos Sampaio, responsável pelo caso, disse que “o desembargador reconheceu a urgência da questão e a necessidade imediata de desocupação do local para garantir a plenitude das obras do metrô”.

“A decisão demonstrou a maturidade do Tribunal de Justiça da Bahia sinalizando que interesses menores não podem prejudicar o interesse coletivo”, afirmou, em nota, o procurador-geral do Estado, Paulo Moreno Carvalho.

O Posto 3 tinha até dezembro de 2014 para encerrar as atividades, mas a data foi estendida até junho de 2015. Após a saída do posto, ainda é necessária a descontaminação do solo e emissão de relatórios de diagnóstico; providências que demoram, pelo menos 90 dias, para serem adotadas e concluídas.

Responder

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.