Julgamento do caso Victor Ramos será no dia 4 de abril

O ‘Caso Victor Ramos’ ainda não acabou. Nesta segunda-feira (20), o Internacional revelou que o julgamento da suposta inscrição irregular do zagueiro pelo Vitória acontecerá no dia 4 de abril, em Lausanne, na Suíça.

De acordo com o clube gaúcho, o Tribunal Arbitral do Esporte (TAS), atendeu o pedido de antecipação do julgamento feito pelo clube, para que o caso possa ser encerrado antes do início das séries A e B do Campeonato Brasileiro (em 13 e 14 de maio, respectivamente), para que nenhum dos clubes seja prejudicado.

O Colorado, rebaixado para a Série B no fim do ano passado, se sente prejudicado, já que supostamente há uma irregularidade na inscrição de Victor Ramos. O zagueiro, que pertencia ao Monterrey, do México, quando foi emprestado ao Vitória. Porém, a CBF classificou a transferência como nacional sob alegação de que o ITC (o certificado internacional de transferência) do jogador ficou no Brasil. O Inter, por sua vez, pretende comprovar a obrigatoriedade do ITC ter que retornar ao clube de origem do jogador para que um novo empréstimo seja efetuado.

Victor Ramos tem 27 anos e está sem clube.

CBF contrata advogado do Barcelona
Uma das partes acionadas pelo Inter no processo, a CBF contratou o advogado espanhol Lucas Ferrer para cuidar do caso. Famoso na área da advocacia, ele tem entre seus clientes o Barcelona. Além disso, Lucas já trabalhou no próprio órgão por quatro anos e meio. Já o Vitória será representado por Marcos Motta, que representa atletas como Neymar e Thiago Silva.

Responder

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.