Juiz que deu voz de prisão a funcionários da TAM é afastado do cargo

O juiz Marcelo Baldochi, titular da 4ª Vara Cível de Imperatriz, no Maranhão, foi afastado do cargo por abuso de poder, após dar voz de prisão aos funcionários da TAM que o impediram de embarcar, após ele ter chegado atrasado para pegar o voo. A decisão pelo afastamento foi anunciada na manhã desta quarta-feira (17) pelo Tribunal de Justiça do Maranhão (TJ-MA), após a conclusão da sindicância da Corregedoria de Justiça (CGJ-MA), que apurava a conduta do magistrado.

Baldochi poderá recorrer, mas permanecerá afastado do cargo até nova decisão. O caso do juiz será investigado através de um processo administrativo disciplinar para a decisão final sobre este caso e outras denúncias que a sindicância recebeu em relação a Marcelo Baldochi. O prazo para conclusão das investigações da comissão é de no máximo 30 dias, mas a ideia é que o relatório seja entregue antes do fim de ano.

Responder

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.