Homem é executado dentro de ambulância do Samu na Avenida Bonocô

Um homem ainda não identificado foi morto na madrugada desta quarta-feira (16) dentro de uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). O crime aconteceu na Avenida Bonocô, quando o paciente estava sendo socorrido para o Hospital Geral do Estado (HGE), após ter sido baleado.

Segundo Ivan Paiva, coordenador do Samu, a ambulância foi acionada para atender à vítima na Avenida Barros Reis, em frente ao Atacadão. Para os socorristas, o rapaz contou que havia sido baleado durante um assalto, por volta de meia noite. Uma equipe da 37ª Companhia Independente da Polícia Militar (Liberdade) foi acionada para atender a ocorrência no local e em seguida a ambulância seguiu para o HGE.

Na avenida Bonocô, próximo a uma estação do Metrô, a ambulância foi interceptada por um carro e obrigada a parar. No veículo estavam um motorista e uma técnica em enfermagem. “Um homem armado desceu do carro e abriu a porta do carona da ambulância. Eles pediram para que os funcionários abaixassem a cabeça para não morrer”, relatou.

Ainda de acordo com Ivan Paiva, o suspeito entrou no carro pelo acesso da frente e foi até o fundo do veículo com a técnica. Lá, ele atirou quatro vezes no rapaz. O homem fugiu após o crime. Os socorristas verificaram que o paciente já estava morto e resolveram recolher o veículo para a base do Samu, que fica no Hospital Ernesto Simões, em Pau Miúdo.

“Os dois profissionais são antigos no Samu e estão extremamente abalados com o que aconteceu. Não têm condições nem de falar direito sobre o que aconteceu”, explicou Paiva. A ambulância já foi lavada e higienizada na manhã de hoje. O caso está sendo investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Responder

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.