Homem com dois pênis fala de vida sexual: “prefiro o direito

No início de 2014, um homem que diz ter dois pênis e se identifica nas redes sociais como Double Dick Dude (Cara com dois pênis, em português), falou sobre sua condição na seção Ask Me Anything naplataforma Reddit. O chat em que ele respondeu qualquer pergunta dos usuários da internet foi o fórum mais acessado de todos os tempos do site e fez com sua história fosse parar no site da revista Rolling Stone. Ele aproveitou o sucesso, falou sobre tudo o que as pessoas queriam saber, postou inúmeras fotos íntimas, tem milhares de seguidores no Twitter e Tumblr e acaba de lançar um livro.  As informações são dos sites The Huffington Post e The Mirror.

cueca

Chamado de Double Header: My Life with Two Penises, o livro é vendido online em lojas como a Amazon e narra o cotidiano e vida sexual do homem que nunca mostrou seu rosto e se identifica apenas como DDD (DoubleDickDude).

Ele sofre de uma raríssima condição chamada de difalia que, segundo estatísticas, acontece em um em cada 5,5 milhões de homens. Ainda mais difícil é que os dois pênis tenham funcionalidade, caso do DDD.

Ele conta que é bissexual e vive um relacionamento estável com um homem e uma mulher ao mesmo tempo e mantém uma rotina sexual com os dois. “Eles eram um casal antes de começarem a sair ao mesmo tempo comigo, então não tem nada de estranho nisso”.

Sem nenhum problema, ele não se cansa de contar detalhes sobre sua vida, por isso decidiu escrever o livro. “Percebi que as pessoas são curiosas. Desde as meninas que querem saber como lidar com seus namorados até os caras gays e bissexuais que dizem que meus pênis os excitam”, disse em entrevista à Rolling Stone.

Uma situação desconfortável é o uso da calça jeans que, segundo ele, pode machucar a pele entre os órgãos, que é bastante sensível. Outro problema é achar uma cueca: “uso uma pequena ou média para conseguir mantê-los juntos, mas eles são muito grandes e isso é difícil”.

DDD fala também de sua agitada vida sexual e orgias comuns na adolescência. “Na maioria das vezes, as meninas ficam nervosas durante a transa e algumas até mudam de ideia no último minuto, mas os caras nunca desistem mesmo que estejam surtando um pouco”.  E completa: “tenho que eliminar todo o sêmen ou a próstata incha, inflama e causa dor”. Segundo ele, o pênis direito é o preferido nestas horas. “O esquerdo tem um rancor comigo por causa disso”, brinca.

DDD conta que nunca pensou em remover um dos pênis e que mantém uma vida normal, apesar do “estrelato” na internet. “Agora só me preocupo se o cara ou a menina ao meu lado na fila da padaria podem ter visto o meu pênis. Esta é a maior diferença na minha vida”.

Responder

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.