Hernane supera início de outros camisas 9, como Kieza e Fernandão

Se algum torcedor do Bahia ainda sente saudade de Kieza, que atire a primeira pedra. E Fernandão, alguém lembra? Souza Caveirão, nem pensar… Como diz o ditado popular, um amor perdido se cura com um novo. E este recente romance da torcida tem sobrenome de artilheiro: Hernane Brocador. O atual centroavante tem apenas oito jogos oficiais com a camisa azul vermelha e branca, mas já acumula 10 gols na temporada atual.

A média já supera os antigos donos da camisa 9. Ao contrário de Hernane, os últimos centroavantes começaram tímidos, sem grande alarde. Nos seus primeiros oito jogos no Bahia, Kieza conseguiu marcar apenas duas vezes, assim como Souza Caveirão, em 2011. Fernandão foi melhor, balançando as redes três vezes no mesmo número de jogos de Hernane Brocador.

O início meteórico do atleta tricolor supera suas próprias marcas. O melhor ano registrado de Hernane foi em 2013, defendendo o Flamengo. Na época, nos seus primeiros oito jogos, o centroavante marcou oito vezes, duas vezes a menos que a temporada atual. A expectativa agora é saber se o atacante vai superar a marca daquele ano, quando marcou 36 gols em 58 jogos. Mesmo com o começo empolgante, o próprio atleta prefere não comparar sua passagem pelo Flamengo com o Bahia.

“Não gosto de falar de comparações. Procuro fazer o melhor sempre. Este ano está sendo maravilhoso, lógico. No final da temporada, vamos ver quantos gols o Brocador vai fazer, certo? Aí conversamos novamente…”, disse.

No Esquadrão, o pé direito é sinal de gol. Dos 10 gols na temporada, seis foram com o lado destro do atleta. Outros três com a canhotinha e um de cabeça. No Nordestão, o Brocador é o artilheiro, com cinco gols. O goleador tricolor tem mais gols que nove clubes do Nordestão. Ou melhor. Na competição, apenas cinco times têm mais bolas na rede que ele.

Responder

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.