Garota afirma na polícia que sofreu agressão de bispo em Paripe

Policiais Militares da 19ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM), guarnição sob comando do Cabo Rufino, prenderam na tarde desta terça-feira (11), Simmes Samuel da Silva, 52, bispo da Igreja Pentecostal de Paripe, no subúrbio Ferroviário de Salvador.

Segundo informações da polícia, a viatura foi solicitada por Tainá Kelly, 18, vítima de agressão. Ela contou aos policiais que o suposto bispo a agrediu com socos no rosto após uma discussão na Igreja.

De acordo com informações de Tainá, aos 16 anos, ela sofreu abusos sexuais por parte de Simmes, mas não registrou boletim de ocorrência na época do fato. Os dois trocaram acusações na 5ª Delegacia Territorial (DT), em Periperi. O Delegado Titular, Nilton Borba, disse ao repórter do Se Liga Bocão, Marcelo Castro, que o acusado de agressão vai ser investigado pelos policiais Civis.

Foi feito um termo circunstanciado devido a agressão sofrida por Tainá.

Responder

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.