Fiscalização da Lei Seca será intensa durante o Carnaval, garante Transalvador

Para que nada atrapalhe sua folia, a recomendação da Transalvador é que você deixe o carro em casa. Durante todos os dias de festa, duas equipes do órgão devem fazer blitze de trânsito. Segundo o superintendente Fabrizzio Muller, os fiscais vão ficar nos principais acessos dos circuitos.

“Compramos mais de 10 mil bicos de etilômetro (bocais de bafômetro). Vamos intensificar a fiscalização, por conta da restrição de veículos nos horários determinados”, disse, referindo-se às interdições no entorno, que começam às 13h de hoje, no caso das avenidas Sete de Setembro e Oceânica.

Apenas moradores  credenciados, com adesivo enviado pela prefeitura, terão acesso ao circuito da Barra-Ondina. Já no Campo Grande, os moradores devem apresentar comprovante de residência. Das linhas de ônibus comuns, apenas 11 entrarão na Avenida Centenário. As outras vão para a Lapa, de onde sairá uma linha especial para a Barra a cada cinco minutos.

Além disso, 15 pontos de táxi ficarão no entorno dos circuitos. Quem for de carro pode deixar o veículo em uma das 1,8 mil vagas Zona Azul ao redor da festa. A diária será R$ 20. Outras 1,6 mil vagas serão disponibilizadas no estacionamento da Arena Fonte Nova, com diária de
R$ 35.

“Esse valor inclui uma linha de ônibus expressa, que vai levar os foliões até o circuito”. Só não vale estacionar em local irregular – a Transalvador vai contar com 20 guinchos. Para mais detalhes, acesse o site www.transportenocarnaval.salvador.ba.gov.br.lei seca

Responder

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.