Fifa não pune Zuñiga

zuniga

Fifa anunciou nesta segunda-feira que não vai abrir processo contra o lateral-direiro colombiano Juan Camilo Zuñiga pela entrada violenta que acabou tirando Neymar na Copa do Mundo.

Em comunicado, a entidade informou que não tem base legal para punir o jogador. Na mesma nota, a Fifa negou o pedido da CBF pela anulação do cartão amarelo que tira Thiago Silva da partida entre Brasil e Alemanha, terça-feira, pela semifinal da Copa do Mundo em Belo Horizonte.

“O incidente envolvendo o jogador colombiano Juan Camilo Zuniga Mosquera não escapou a atenção dos árbitros, que é a primeira das duas condições cumulativas e necessárias para que uma punição seja dada”, disse a Fifa, que alegou que o árbitro espanhol Carlos Velasco viu o lance e que deu continuidade por conta da vantagem do Brasil na jogada.

“Desejamos Neymar uma recuperação rápida e completa como nós desejamos o mesmo para todos os jogadores que foram tristemente descartados da Copa do Mundo devido a lesão”, escreveu a Fifa.

A entidade também negou o pedido da CBF de anulação do cartão recebido por Thiago Silva no jogo contra a Colômbia na última sexta-feira. Com dois cartões recebidos, o capitão está fora do jogo desta terça.

“Chegamos à conclusão de que o Comitê Disciplinar da Fifa não pode considerar o assunto, dado o fato de que não há base legal que autoriza a concessão de tal pedido”, disse a Fifa.

Responder

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.