Feirantes de São Joaquim fecham avenida e cobram audiência com Jaques Wagner

Engarrafamento a “perder de vista” está sendo causado por protesto dos feirantes da Feira de São Joaquim, na manhã desta quinta-feira (8). Pela terceira vez eles resolveram cruzar os braços em protesto ao atraso das obras de requalificação. Cerca de 7 mil feirantes participam da ação, que já toma toda a Avenida Oscar Pontes, no Comércio, e se estende até o Largo de Roma. De acordo com o presidente do Sindicato de Feirantes e Ambulantes de Salvador (SindFeira), Marcílio Costa, os feirantes cobram uma audiência com o governador Jaques Wagner para definição e cumprimento de um cronograma para a conclusão das obras, que estão atrasadas há 2,2 anos. “A feira nai vai abrir enquanto durar o moimento, exigimos uma audiência com o governador, que até hoje não nos atendeu, apenas enviando emissários”, explica.

Responder

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.