Febre amarela: 15 postos de Salvador vacinam

O primeiro final de semana da vacinação em massa contra a febre amarela, em Salvador, terá o serviço em 15 locais neste sábado (1º) e mais 11 no domingo (2). De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde de Salvador (SMS), os pontos para imunização funcionarão das 8h às 17h.

Os postos ficam nos distritos sanitários do Subúrbio Ferroviário, Barra/Rio Vermelho e Brotas – onde estão os bairros em que macacos foram encontrados mortos esta semana por conta da doença ou por suspeita dela.

Apesar da abertura dos postos, a prefeitura reitera que a ação é preventiva, uma vez que não há confirmação nem suspeita da doença em humanos na capital baiana.“Deflagramos essa mobilização para assegurar o acesso dos soteropolitanos à imunização, já que muitas pessoas enfrentam dificuldade durante a semana de se deslocar até um posto devido a outras tantas atividades diárias”, afirmou a diretora de Vigilância à Saúde, Geruza Morais.

Mais filas
Na sexta (31), segundo dia de vacinação em massa em Salvador, mais filas se formaram por quem buscava a imunização. No maior posto de saúde da região de Brotas, no Vale do Matatu, diversas pessoas aguardavam na fila pela manhã.

Já na sala de vacinação, o carpinteiro Fernando Fredson Neto, 38 anos, falou sobre a preocupação. “Eu não tinha medo, mas aí estou vendo todo mundo vindo para os postos, resolvi adiantar logo meu lado”, comentou ele, que aproveitou para atualizar o cartão vacinal, tomando também as doses preventivas do DT (tétano e difiteria) e hepatite B.

Quem também esteve na unidade de saúde foi o encarregado de manutenção predial Sandoval Gomes de Oliveira, 32, que afirmou temer o mosquito. “Eu moro em Cosme de Farias, que também é Brotas, aí a gente fica ouvindo esse zum-zum-zum. Achei melhor me prevenir, antes que vire uma epidemia”, considerou. Para a copeira Maria do Carmo Silva, 42, a situação é mais grave do que parece. “As pessoas ficam rindo, achando que é brincadeira. Tem uma legião de mosquitos por aí, estamos em época de chuva,  tudo pode piorar”, acredita.

Notificações
Uma morte por suspeita da febre amarela na Bahia está sendo investigada desde janeiro. O óbito aconteceu na cidade de Cândido Sales, no Centro-Sul da Bahia, mas o paciente tinha passagens pelos municípios mineiros de Teófilo Otoni e Pedra Azul.

Segundo o Ministério da Saúde, já foram notificados na Bahia 20 casos suspeitos de febre amarela. Desses, 12 foram descartados e oito continuam sob investigação. Os registros foram feitos em 12 municípios. Desde o início do ano, 1,4 milhão de doses extras da vacina contra febre amarela foram enviadas para a Bahia.

Os dados da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), de 28 de março, apontam que são 16 os casos suspeitos no estado, sendo que sete haviam sido descartados e outros nove seguiam em análise.

Anteontem, foram distribuídos pelo ministério R$ 1,9 milhão para 16 municípios do interior da Bahia intensificarem as ações de imunização. Salvador ficou de fora.

Macacos
Na sexta (31), mais um macaco foi resgatado com suspeita da doença, desta vez na Ilha de Bom Jesus dos Frades. Até agora, seis tiveram o diagnóstico confirmado, três descartados e 28 seguem em análise.

Responder

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.