Explosão em metrô de Londres é tratada como atentado, diz emissora

A rede de televisão estatal BBC informou há pouco que a explosão no metrô de Londres, que ocorreu mais cedo, passou a ser tratada como atentado, citando fontes que trabalham na equipe de combate ao terrorismo.

Até o momento, oficialmente, não se sabe número de feridos nem se há mortos. Há apenas relatos de testemunhas de que algumas pessoas foram “atingidas no rosto”.

Equipes especializadas em desarmar bombas estão neste momento em várias estações e trens do metrô de Londres em busca de pistas sobre uma explosão que causou pânico a passageiros mais cedo. O fogo que causou a explosão teria iniciado em uma mochila em uma estação no sudoeste da cidade.

A polícia armada também se encontra na estação Parsons Green (Fulham), onde o incidente teria começado. A estação faz parte da District Line, conhecida como linha verde, e uma das mais movimentadas da cidade, que foi totalmente interrompida.

A polícia iniciou a retirada das pessoas de outras estações e determinou que os trens, que estavam em rota, parassem imediatamente. Passageiros foram retirados dos locais e muitos seguiram pelos trilhos do metrô até um local de saída. Todos são obrigados a deixar o local e a manterem uma distância mínima das estações da capital britânica.

Houve relatos de que as pessoa se atropelaram para sair do primeiro local onde foi identificado o fogo, justamente por receio de se tratar de um atentado terrorista.

Responder

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.