Estudante morto em frente a escola em Marechal Rondon será enterrado domingo (1)

O corpo do estudante Jeferson de Jesus Gonzaga, 20 anos, baleado em frente à Escola Estadual Professor Germano Machado Neto, em Marechal Rondon, será enterrado às 14h deste domingo (1), no cemitério Quinta dos Lázaros. Jeferson foi morto usando a farda escolar depois de ter sido baleado diversas vezes por dois homens armados.

O estudante teve o protocolo de morte cerebral aberto na última quinta (28) e teve a morte confirmada às 5h deste sábado (30). O corpo do estudante foi levado para o Instituto Médico Legal Nina Rodrigues (IML) e depois deve ser liberado à família.

De acordo com testemunhas contaram à polícia, Jéferson foi morto por conta darivalidade entre grupos de traficantes da Rua Vinte e do Inferninho, em Marechal Rondon. Segundo informações de um conhecido da vítima, que preferiu não se identificar, ele foi morto por bandidos do Inferninho porque tinha amigos na Rua 20.

Depois, os atiradores fugiram em direçao à localidade do Inferninho. Uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi até o local e levou a vítima ao Hospital do Subúrbio . ” Era um menino trabalhador, estamos sofrendo com essa guerra do tráfico”, disse o conhecido da vítima. Segundo ele, Jeferson trabalhava pela manhã como ajudantate de padeiro e estudava à noite na Escola Estadual Professor Germano Machado Neto.

“Tem gente inocente que está morrendo e pagando pelo tráfico”, contou um morador. Segundo ele, o clima é sempre de tensão no Inferninho e nas ruas próximas ao local. “A gente tem acesso às ruas, mas somos obrigados a falar com todo mundo. E também quando essas pessoas veem a gente falando com alguém que mora na Rua 20, fica visado”, completou.

Responder

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.