Escândalo: Polícia prende parceiro da FIFA por venda ilegal de ingressos

preso fifa

A Polícia Civil do Rio de Janeiro deteve nesta segunda-feira, 7, Raymond Whelan, diretor da Match, empresa parceira da Fifa para a venda exclusiva de pacotes e camarotes para os eventos da entidade, como a Copa 2014.

Whelan, que foi preso no hotel Copacabana Palace, é apontado como a ligação entre a Fifa e uma organização que desviava e comercializava ingressos da Copa do Mundo.

A polícia colheu gravações autorizadas, com centenas de ligações telefônicas que comprovam o vínculo entre o executivo e o franco-argelino Lamine Fofana, integrante da quadrilha preso na semana passada.

Whelan saiu detido do hotel pelos fundos e foi levado à delegacia. Com mandado de busca e apreensão, a polícia fluminense encontrou no quarto do executivo cerca de cem ingressos.

O diretor da Match não é um funcionário da Fifa, mas mantém ligação direta com a entidade. Além da exclusivdade na venda de camarotes e pacotes corporativos, a empresa tem exclusividade no credenciamento de hotéis.

A empresa Infront Sports & Media, uma das acionistas da Match, é presidida por Phillip Blatter, sobrinho de Joseph Blatter, o presidente da Fifa. A companhia dele detém 5% da responsável pela venda de pacotes corporativos.

Responder

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.