Dois presidiários morrem em rebelião

Dois presidiários morreram e outros 16 ficaram feridos por conta de uma rebelião que aconteceu na manhã desta sexta-feira (23) no Conjunto Penal de Itabuna, a cerca de 450 quilômetros de Salvador. O motim começou por volta de 4h30 e durou cerca de seis horas. Dois grupos rivais se enfrentaram e destruíram parte do presídio.
Segundo a Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização do Estado da Bahia (Seap), os grupos rivais estavam separados nos pavilhões 1 e 2 da penitenciária. O muro que dividia as duas unidades foi derrubado pelos presos, o que permitiu o enfrentamento direto entre eles.

A estrutura dos pavilhões ocupados pelos envolvidos na rebelião ficou completamente destruída. A situação foi controlada apenas por volta de 11h, com o apoio de guarnições da Polícia Militar. Participaram da ação a Cipe Cacauira, do Comando Especial 15º Batalhão e da Tropa Especial Rondesp do 2º CPR Sul.

Os presos foram socorridos por ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Alguns foram atendidos na própria penitenciária enquanto outros foram encaminhados para o Hospital de Base de Itabuna. Por conta da depredação do Conjunto Penal de Itabuna, parte dos internos será transferido.

Informações divulgadas pela Seap indicam que entre os 16 presos feridos, alguns estão em estado grave. Durante revista feita pela polícia dentro do Conjunto Penal de Itabuna logo após a rebelião o corpo de um dos presidiários foi encontrado morto. Outro envolvido no caso morreu no início da tarde de hoje, após ser encaminhado para o Hospital de Base de Itabuna.

rebelião

Responder

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.