Metade das praias de Salvador e RMS estão impróprias

praia

Dezessete praias de Salvador e Região Metropolitana (RMS) são consideradas impróprias para banho, de acordo com o Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema). Esse número representa a metade das 34 praias avaliadas pelo órgão.

Os banhistas devem evitar as praias de S. Tomé de Paripe (em frente à Vila Maria), Periperi (atrás da estação Férrea), Penha (em frente à Igreja N. S. da Penha), Pedra Furada (atrás do Hospital Sagrada Família), Boa Viagem (ao lado do Forte), Roma (atrás do Hospital São Jorge), Canta Galo (atrás da antiga fabrica da Brahma, atual FIB), Ondina (próxima ao Morro da Sereia em frente ao Ed. Maria José), Rio Vermelho (em frente à Rua Bartolomeu de Gusmão e em frente à Igreja N. S. Santana), Pituba (atrás do antigo Clube Português), Armação (em frente ao Clube Inter. Pass), Boca do Rio (em frente ao Posto Salva Vidas), Corsário (em frente ao Posto Salva Vidas e em frente ao Posto Salva Vidas de Patamares), Piatã (em frente ao Posto Salva Vidas) e Buraquinho (em frente à barraca de Praia Chalé).

São consideradas impróprias as praias quando mais de 20% das amostras coletadas em cinco semanas seguidas apresentam mais de 1.000 coliformes fecais ou 800 Escherichia coli ou quando a última coleta tem resultado superior a 2.500 coliformes termotolerantes ou 2000 Escherichia coli ou 400 enterococos por 100 mL de água.

Responder

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.