DERMATOSE EM SALVADOR

Os casos do surto de dermatose que surgiram nos últimos dias em Salvador não são contagiosos e os sintomas duram de cinco a seis dias. As informações foram passadas por autoridades da área de Saúde da prefeitura de Salvador e do governo do estado em entrevista coletiva.

 

“São casos que têm uma duração de cinco a seis dias. Algumas pessoas mais sensíveis, pessoas que têm talvez algum outro problema de saúde, são casos que têm apresentado um quadro dermatológico um pouco mais duradouro”, comentou a coordenadora de vigilância epidemiológica de Salvador, Cristiane Cardoso.

 

A principal suspeita das autoridades é que o surto esteja sendo provocado pela picada de insetos (veja mais). Os 79 casos já registrados estão concentrados no bairro de Patamares. No entanto, Cristiane aponta que o número pode ainda aumentar. “Os 79 são em Patamares com possibilidades de ter 100”, disse. Todas as faixas etárias já foram atingidas e os principais sintomas da dermatose investigada são a sensação de picada, lesão na pele muito semelhante a uma picada, associada a uma coceira e prurido intensos.

 

“Pessoas que possam estar apresentando os mesmos sintomas, mas que por enquanto não pertencem a esta região de Patamares, nós estamos tendo o cuidado de avaliar para poder classificar se isso já seria ou não um caso do surto”, comentou a coordenadora de vigilância epidemiológica.

Responder

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.