Comerciante acusado de atear fogo em casa e matar filhos é preso

Após dois dias de busca, a 64ª CIPM de Feira de Santana encontrou o comerciante Gilson de Jesus Moura, acusado de atear fogo na própria casa e matar três filhos e sua enteada grávida. Outras duas pessoas, sua esposa, Ana Cristina e Jesus Moura, e a filha de três anos do casal, ficaram feridas. Segundo o Bahia Notícias, o veículo que o comerciante usou para fugir – um Gol vermelho, de placa HZT-7136 – foi encontrado por volta das 5h40 desta sexta-feira (6), no Largo do Marajó, em Feira de Santana. De acordo com a polícia, Gilson tentava pegar um ônibus com destino à Itaberaba. A PM confirmou ao Bahia Notícias que Gilson foi levado direto para o Complexo Penal da Delegacia de Homicídios, que está à frente do caso.

Em entrevista a uma rádio local, logo após ser detido, Gilson assumiu o crime e contou que não tinha motivos para ter matado as três filhas, a enteada e o neto de consideração. “Eu não tenho palavras pra qualificar esse ato meu. É complicado. Em nenhum momento passou pela minha cabeça de fazer isso. Eu não tinha nenhum motivo, também porque eu tava super bem com minha família. Meus filhos me adoravam. A pequena só andava comigo no colo. Minha esposa também. A gente vivia super bem. Ela trabalhava de segunda a sexta na fábrica e no final de semana ela ficava me ajudando no comércio. Ficava acordada até 3h da manhã para me ajudar. Não havia nenhum motivo para eu cometer esse ato. Sinceramente, só pode ter sido um surto provocado pelo medicamento que eu tomava e, de repente, parei de tomar porque acabou”

Responder

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.