BAHIA TEM PREJUÍZO SEM SÃO JOÃO

O cancelamento e adiamento das festas de São João, por causa da pandemia da Covid-19 (novo coronavírus), devem provocar um prejuízo de mais de R$ 1 bilhão na economia dos principais estados da região Nordeste. A estimativa é referente apenas às maiores festas juninas dos estados da Bahia, Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte. O impacto é muito maior, uma vez que são realizados arraiás de pequeno porte em quase todas as cidades dos nove estados da região.

Na Bahia, onde as principais festas são espalhadas em várias cidades de médio porte, o governo do estado estima que o São João movimenta aproximadamente R$ 550 milhões na economia. No ano passado, por exemplo, apenas as prefeituras baianas investiram R$ 190 milhões em serviços relacionados às festas, como a montagem de estruturas, atividades culturais e contratação de artistas.

Já as 60 maiores festas privadas de São João, São Pedro e Santo Antônio arrecadaram em torno de R$ 110 milhões e atraíram mais ou menos 500 mil pessoas. No mês de junho, a Bahia costuma gerar entre 40 mil e 50 mil postos de trabalho temporários.

Responder

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.