Assassino do líder da torcida Os Imbatíveis é identificado pela polícia

A polícia já identificou o homem que matou o puxador da Torcida Uniformizada os Imbatíveis (TUI), Lucas dos Santos Lima, 35 anos, o Chapolin, assassinado com quatro tiros na cabeça na última sexta-feira, 25.

O diretor adjunto do Departamento de Homicídios (DHPP), José Alves Bezerra Júnior, disse que, em breve, o suspeito pode ser preso e deverá esclarecer a motivação do crime.briga-ba-vi-torcidas-organizadas

Questionado sobre a rivalidade entre a TUI, organizada do Vitória, e a Torcida Organizada Bamor (TOB), do Bahia, estar por trás do assassinato, Bezerra explicou que, se houver  ligação, foi um caso pontual.  “Não é uma situação generalizada, se tiver relação, foi alguma atitude pontual que motivou o crime”, explicou o delegado.

Na manhã do dia 13, horas antes do Ba-Vi da final do Campeonato Baiano, três torcedores ligados à Bamor foram esfaqueados por supostos integrantes da TUI, em Brotas.

Membros das duas torcidas acreditam que a morte de Chapolin pode ser resultado dessa briga. José Bezerra não descarta a hipótese. “Não está descartado, mas só podemos afirmar qualquer coisa com a captura do suspeito”, disse.

 

Responder

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.