Aos 45 anos, Edílson ‘Capetinha’ deixa aposentadoria e jogará o Paulista da 4ª divisão

O atacante Edílson ‘Capetinha’, 45 anos, vai largar a aposentadoria e irá defender o Taboão da Serra, que disputa a Série B (4ª Divisão) do Campeonato Paulista em 2016. O último clube oficial que o pentacampeão do mundo defendeu foi o Bahia, em 2010.

O ex-jogador de Palmeiras, Flamengo e Corinthians atuará apenas nas partidas em que o clube da região metropolitana de São Paulo será mandante. O ‘Cats’ já apostou em outros atacantes veteranos famosos como Fabrício Carvalho (ex-São Caetano) e Viola, como projeto de marketing.

Em setembro de 2015, Edílson esteve envolvido em uma operação da Polícia Federal para desarticular um grupo especializado em fraudar pagamento de loterias da Caixa por meio da validação fraudulenta de bilhetes.

De acordo com os oficiais, o “esquema consistia em validação de bilhetes falsos por gerentes da Caixa que viabilizavam o prêmio por meio de suas senhas”. O advogado de defesa alega total inocência do jogador no caso.

Responder

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.