ALMIRO SENA É CONDENADO A 4 ANOS DE PRISÃO

Almiro Sena, foi condenado a 4 anos, 5 meses e 15 dias de detenção, em regime semi-aberto, por assédio sexual a servidoras da antiga pasta. Os crimes aconteceram em 2014 e ele estava respondendo em liberdade, graças a um habeas corpus conseguido após ter sido preso em regime domiciliar.

Almiro foi acusado de estupro e assédio sexual por pelo menos sete mulheres. Segundo as vítimas relataram em maio de 2015 ao programa Fantástico da Rede Globo, o ex-secretário ameaçava demiti-las, caso não atendesse os desejos sexuais dele. A defesa de Almiro, feita pelo advogado Gamil Foppel, negou as acusações na época.

Responder

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.