2 DE JULHO: ÚLTIMOS PREPARATIVOS

No Largo da Lapinha, dentro do Pavilhão 2 de Julho, está o caramanchão, sendo recuperado pelo artista plástico João Marcelo Ribeiro, o caboclo e a cabocla recebem os retoques finais em suas vestimentas azuis e brancas.  Data magna da Bahia, 2 de Julho é um momento de celebrar a libertação do povo brasileiro das forças coloniais e reverenciar os heróis da tardia independência do estado.

No Largo do Campo Grande, um palco foi montado para receber o costumeiro Encontro de Filarmônicas, regido pelo maestro Fred Dantas, que acontece terça e quarta, logo após o cortejo. Onde também está pronta a casa do caboclo, que agora apenas aguarda a chegada do caramanchão.

Ainda no Campo Grande, painéis informativos foram posicionados ao redor do imponente Monumento ao Dois de Julho, também conhecido como Monumento ao Caboclo, para explicar, brevemente, a sua história e a independência da Bahia. Em obra de restauração, parte do monumento está cercado por um tapume, que ganhou panos verdes e amarelos para a festa.

Responder

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.