Salvador lidera óbitos por H1N1 na Bahia

Em boletim divulgado nesta quarta-feira 06, até o dia 02 de junho, foram notificados na Bahia, 174 casos de Influenza  A H1N1, com 20 deles evoluindo para óbito. Cerca de 60% das mortes ocorreram entre os menores de cinco anos e maiores de 60.

Segundo a Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), as ocorrências foram confirmadas em 45 municípios, com óbitos em nove deles. Salvador foi a cidade mais afetada, registrando doze. Os outros municípios foram Apuarema, Camaçari, Irará, Lauro de Freitas, Retirolândia, Saúde, Serrinha e Vitória da Conquista, com um em cada.

Foram apontados ainda, 1.166 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), com 225 confirmações para as outras duas Influenzas: B e C.

No mesmo período de 2017, o número de ocorrências para o vírus foi bem menor, com apenas 23 casos de Influenza, sendo dois A H1N1, mas sem óbitos causados por ele.

Responder