Cristiano Ronaldo marca de novo e Portugal vence o Marrocos

Logo no começo da partida, Marrocos tentou partir para o ataque, mas a resposta portuguesa foi rápida. Aos quatro minutos, Bernardo Silva recebeu de Gonçalo Guedes pela direita, pedalou e cruzou. A bola desviou na defesa e saiu pela linha de fundo.

Aos cinco minutos, no segundo escanteio seguido para Portugal, Cristiano Ronaldo abriu o placar. A bola foi bem batida por João Montinho e o astro se deslocou em velocidade e atacou a bola com ferocidade. A cabeçada foi tão forte que a bola estufou a rede marroquina. Foi o quarto gol dele no Mundial da Rússia.

Com o gol, Cristiano Ronaldo alcançou mais um recorde na carreira. Ele marcou o seu 89.º gol pela seleção portuguesa e superou a marca do lendário atacante húngaro Ferenc Puskas, que fez 88 gols pelas seleções da Hungria e da Espanha nos anos 1950 e 1960.

Três minutos depois, o craque quase marcou o segundo. Raphael Guerreiro conduziu a bola ao ataque e rolou para Cristiano Ronaldo, dentro da área. Ele dominou e, mesmo bem marcado, conseguiu chutar de perna direita. A bola passou raspando a trave direita do gol marroquino.

Mas a seleção de Marrocos não desistiu do ataque. Aos nove minutos, Ziyech bateu bem escanteio na segunda trave e o zagueiro Benatia, um dos destaques da Juventus de Turim, subiu alto e cabeceou para baixo, para boa defesa de Rui Patrício.

Depois disso, o jogo ficou pegado, cheio de faltas e as chances de gol desapareceram por um bom tempo. Portugal voltou a chegar com perigo aos 39, quando Gonçalo Guedes recebeu ótimo passe por cima da zaga de Cristiano Ronaldo. Ele entrou na área e chutou forte de pé esquerdo para boa defesa do goleiro marroquino El Kajoui.

Nos descontos da primeira etapa, aos 47, foi a vez de Marrocos assustar. Ziech bateu falta da linha de fundo pelao direita, Belhanda raspou a cabeça na bola e por pouco Benatia não conseguiu mandar para o gol e empatar a partida.

Com o gol marcado no primeiro tempo, Cristiano Ronaldo ainda atingiu outra marca importante – ele se tornou o quarto jogador nas últimas cinco Copas do Mundo a marcar, na mesma edição, pelo menos um gol de perna direita, um de perna esquerda e um de cabeça, isso em apenas dois jogos. Os outros foram James Rodríguez, da Colômbia, em 2014; Wesley Sneijder, da Holanda, em 2010; e Miroslav Klose, da Alemanha, em 2006.

A seleção de Marrocos voltou melhor no segundo tempo. Aos nove minutos, Belhanda recebeu bom passe de Amrabat, ajeitou o corpo e finalizou para boa defesa do goleiro português. Aos 11, de novo Rui Patrício apareceu para salvar Portugal. Ziyech levantou falta na área, Belhanda subiu livre e cabeceou no canto direito. O goleiro, que joga no Sporting, de Lisboa, se esticou todo e conseguiu espalmar.

Depois, Portugal se fechou ainda mais. O técnico Fernando Santos não conseguiu fazer seu time sair da defesa e acabou sendo pressionado por Marrocos até o final da partida. Ao menos, com as entradas de Bruno Fernandes e Gelson Martins, ele diminuiu os espaços e marcou melhor a bola parada marroquina.

Do lado de Marrocos, o time tentou de tudo, foi muito melhor nos 90 minutos, mas cometeu erros justo na hora da finalização. O time ainda teve duas excelentes chances para empatar a partida nos acréscimos. Primeiro, aos 45, Ziyach entrou na área pelo lado direito do ataque, passou por dois marcadores e bateu forte. A bola desviou na zaga portuguesa e saiu para escanteio. Depois, aos 47, Benatia pegou rebote na área e de frente para o gol finalizou por cima do gol de Rui Patrício.

A terceira e última rodada do Grupo B será disputada na segunda-feira, dia 25, quando Portugal jogará contra o Irã e Marrocos vai encarar a Espanha. As duas partidas começam às 15h (horário de Brasília).

Responder

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.