Bahia treina com o novo técnico Jorginho

ba

Quem for para Fonte Nova nesta segunda-feira (5), às 20h, verá novas caras no Bahia contra o Atlético Goianiense. Inicialmente, porém, as novidades estarão no banco de reservas, a começar pelo técnico Jorginho, que comandará o time pela primeira vez.

O treinador ainda terá à disposição os meias Gustavo Ferrareis e Vinícius, que foram regularizados e relacionados para a partida. Prestes a ter o primeiro contato com a torcida tricolor, Jorginho fará também sua estreia comandando uma equipe do Norte e Nordeste do país. Anteriormente, ele treinou Figueirense, Ponte Preta, Goiás, Flamengo e Vasco da Gama.

“O Bahia é a primeira equipe do Norte e Nordeste que estou treinando. Me sinto muito seguro dessa escolha. Conversamos e cheguei a esse acordo porque tenho certeza que vim para um clube com um tradição maravilhosa e com uma  torcida apaixonante”, declarou-se o treinador.

Treinando no Fazendão desde a semana passada, Ferrareis garante estar pronto para estrear caso seja solicitado e promete muita garra dentro de campo para ajudar o Bahia na sequência da Série A. “Eu sou um jogador de muita raça, que briga até o fim, não desiste (…) Vinha treinando fisicamente, tecnicamente, estava pronto lá. Já estou treinando bastante e pronto já para jogar”, completou ele, animado.

Na mesma pegada está Vinícius, que apesar de não atuar desde a Série B do ano passado, quando estava no Náutico, afirmou estar preparado para jogar. Estou feliz e preparado, me adaptando o mais rápido possível. O grupo me recebeu muito bem. Aqui você percebe que não tem vaidade. Foi o que fez o Bahia campeão recentemente”, contou, lembrando da conquista do Nordestão.

Sem trabalhar desde o final do ano passado, quando conquistou o acesso à Série A pelo Vasco, Jorginho falou que recebeu três propostas antes de aceitar o convite do Bahia. Para ele, o fato de se tratar de um clube de massa, pesou para que o negócio fosse fechado.

“Responsabilidade é muito grande. O Bahia é um time de massa. Já treinei times de massa, já joguei, tirando o América-RJ. É uma responsabilidade muito grande. Por outro lado, fico feliz com a responsabilidade. Gosto de desafios”, afirmou.

Em relação ao time que deve ir a campo, Jorginho indicou que vai manter a base da equipe que vinha atuando. Durante os treinos, ele chegou a testar Vinícius, que atua mais centralizado, como opção para ausência do lesionado Régis, porém Juninho deve iniciar. O volante, inclusive, fez um alerta para quem pensa que o jogo de hoje será fácil.

“Nesses tipos de jogos, temos que ter mais atenção, ligar o sinal de alerta. Eles estão numa situação ruim hoje, mas ano passado foram campeões da Série B. É o mesmo treinador, foi meu treinador. Temos que escutar o que o professor tem para passar pra gente, entrar ligado e conquistar os três pontos”, deu o recado.

Responder